Food News Latam - Muçulmanos buscam certificação halal de arroz para consumo

 

facebook  Twiter  GooglePlus In Youtube

Muçulmanos buscam certificação halal de arroz para consumo

Agricultura

Do ponto de desenvolvimento de mercado, os principais alvos são Ásia-Pacífico e no Oriente Médio.  Considerado um dos alimentos mais básicos do mundo, o arroz é produzido e consumido em todo o mundo. Está muito presente também em vários temperos e pratos da culinária árabe, como o kabsa, (arroz com carne), kouzi (carne de cordeiro cozida ao forno em cima de uma camada de arroz), mjadra (arroz, lentilha e cebolas fritas na manteiga), entre outros.

O mundo muçulmano é muito criterioso quando o assunto é alimento. Todos os produtos alimentícios devem ter a certificação halal (significa lícito ou permitido) comprovando que estão autorizados e adequados para o consumo de acordo com a lei islâmica. “No caso do arroz, todo o processo é analisado até embalagem e logística. Agentes de limpeza usados nas embalagens, por exemplo, lubrificantes ou álcool, não podem ser utilizados. Se há composto duvidoso, os muçulmanos consideram Mushbooh, por isso não deve ser consumido”, explica Ali Saifi, diretor-executivo da Cdial Halal.

Muçulmanos no mundo - De acordo com pesquisas recentes da PEW Research Center, em 2060, o país que mais terá muçulmano será a Índia, com 333,090 milhões. Paquistão ocupará o segundo lugar, com 283,650 milhões; em terceiro a Nigéria, com 283,160 milhões; e na sequência vem Indonésia, com 253,450 milhões. Bangladesh 181,800 milhões, Egito 124,380 milhões, Iraque 94 milhões, Turquia 88,410 milhões, Irã 82,980 milhões e o décimo colocado fica com o Afeganistão, com 81,870 milhões. Atualmente, há em torno de 1,8 bilhão islâmicos, ou seja, praticamente 1/4 da população. Em 2060, serão quase 3 bilhões de islâmicos no mundo (2,987,390 bilhões de habitantes). Do ponto de desenvolvimento de mercado, os principais alvos são Ásia-Pacífico e no Oriente Médio. Mas, Reino Unido, Europa e Estados Unidos terão ascendência importantes.

Produção de arroz no Brasil e no mundo - De acordo com as pesquisas da americana IndexBox, a produção de arroz mundial deve crescer 1,1% ao ano até 2025, quando atingirá um volume de mercado de 570 milhões de toneladas (Mt). Boa parte dessa produção atenderá os muçulmanos. Conforme dados da Statista - empresa que analisa o consumo global do consumidor – na safra 2018/2019, cerca de 490,27 milhões de toneladas foram consumidas no mundo. O maior exportador nesse mesmo período foi a Índia, com 12,5 milhões de toneladas métricas de arroz. De acordo com a FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação - os principais exportadores são a Índia, Paquistão, Tailândia, Estados Unidos e Vietnã.

Dados Brasil - No campo das exportações, o país que se destaca, na América Latina, é o Brasil. Um balanço da Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) constatou que, de janeiro a dezembro de 2018, o país exportou total de 1,4 milhão de toneladas de arroz (geral, não somente halal), o que gera US$ 467 milhões em negócios, com superávit de 191 mil toneladas.

Cdial Halal – uma das maiores e mais importantes certificadoras halal do mundo. É a única no Brasil que recebeu certificações: ISO 9001:2015 (sistema de gestão da qualidade) da ABS Quality Evalutions para frigoríficos de aves e bovinos e produtos industrializados halal; ISO 14.001 (gestão ambiental) e OHSAS 18001 (gestão de segurança e saúde ocupacional). Cresceu focada no seu negócio com atividades relacionadas ao abate de frangos, perus, patos e bovinos, incluindo também produtos industrializados.

Suscribase Newsletter semanal food

ING  CARN 

PAN z CON  

Nuevos Productos

 

kiwienzyme logo Beneo logo TextAd Logo 

Sensient logo 

doehler logo  Hawkins logo 

 

  

Logo

|